5 fatos científicos sobre os canhotos


Do Geekness

Canhotos podem dar um soco

Canhotos muitas vezes tem vantagem em uma briga por causa do elemento surpresa: ninguém espera receber um soco vindo da esquerda. Este mesmo ataque furtivo também é uma vantagem nos esportes, especialmente naqueles cujos oponentes ficam frente a frente como boxe, tênis e esgrima.

Os animais também podem ser canhotos

Um estudo britânico avaliou que 40% dos gatos são canhotos, e mais de 10% são capazes de golpear uma bola de fios com qualquer pata. O estudo concluiu também que 50% dos cachorros são destros e a outra metade canhotos. Outro sinal pode ser mostrado no rabo, um estudo italiano sugeriu que quando o animal abana o seu rabo para esquerda significa felicidade e para direita desagrado.


Líderes canhotos saem na frente

Uma recente investigação holandesa sugeriu que políticos destros podem levantar a mão esquerda como forma de chamar a atenção dos eleitores. Em debates televisivos, quando uma pessoa levanta a mão direita ela aparecerá na esquerda do espectador, como se a pessoa estivesse sentada em uma cadeira a frente deles.

Por esta razão, os telespectadores inconscientemente interpretam os movimentos da mão esquerda como bons e os da mão direita como ruins.

Canhotos usam o cérebro de forma diferente

Um estudo australiano descobriu que pessoas canhotas acessam os dois hemisférios do cérebro de maneira mais rápida do que os destros.
Há vantagens e desvantagens de usar o cérebro com uma distribuição mais uniforme. Alguns estudos dizem que os canhotos tendem a ser mais criativos e resistentes quando precisam se recuperar de acidentes cerebrais. No entanto, outros estudos apontam que os canhotos são mais suscetíveis à esquizofrenia e outros transtornos da mente.

Canhotos são muitas vezes deixados de fora

Tesouras, carteiras escolares, abridores de lata e mouses foram desenvolvidos sem pensar nos canhotos. O que é bastante inconveniente. No entanto, há um problema ainda maior: a pesquisa científica pouco se dedica aos canhotos.
Em artigo na revista Nature no início deste ano, os cientistas destacaram que os canhotos têm cérebros diferentes e genes de pessoas destras, mas raramente são incluídos como sujeitos de pesquisa. Isso pode estar nos fazendo perder informações importantes, que trariam resultados desde a neurociência até as doenças genéticas."

Fonte: ABC News

Nenhum comentário: