Garoto deixa o cabelo crescer para doar para crianças com câncer, mas acaba sofrendo bullying




Christian McPhilamy é um garoto de apenas 8 anos de idade, que vive com sua família na Flórida, Estados Unidos. Há dois anos e meio ele assistiu ao comercial de um hospital na TV, que mostrava crianças com câncer, carecas.

Sensibilizado, o garotinho de até então 6 anos de idade tomou uma decisão: doar seus cabelos a crianças que estavam fazendo quimioterapia. Durante dois anos e meio, Christian deixou o cabelo crescer e sofreu humilhações dos colegas da escola que o xingavam e diziam que ele parecia uma “menininha”.

Mas ele não se importou com as ofensas e, firme na decisão, doou seu cabelo grande e bem tratado para uma instituição chamada “Children With Hair Lost”. Veja abaixo um pouco mais sobre essa história emocionante.

Esse é Christian McPhilamy, o garoto que sofreu bullying durante dois anos e meio por deixar o seu cabelo crescer


A ideia dele era doar seus cabelos, já grandes, para fazer perucas para crianças que sofrem com câncer


Além das crianças da sua escola que o humilhavam, os adultos ainda tentavam convencê-lo a cortar o cabelo. Mas logo ele explicava seus propósitos e muitas pessoas o apoiaram


O bullying sofrido na escola o deixava triste, mas nada o fez desistir da ideia

Após dois anos e meio, seus pais cortaram o seu cabelo, que foi dividido em 4 partes e doado para a instituição “Children With Hair Loss”


Aqui estão os cabelos de Christian, já prontos para a doação!


Meta alcançada!


Christian é um exemplo para todos nós, e mostra que mesmo havendo muitas pessoas ruins por aí, algumas ainda têm atitudes que tornam o mundo um lugar melhor para viver!

Nenhum comentário: