Jovem perde 80 kg, sai da obesidade mórbida e ganha faixas de miss no RS

Sabrina pesava 140 kg e hoje pesa 60 kg (Foto: Montagem sobre fotos/Arquivo Pessoal)
"Sabrina Sgarbi fez cirurgia bariátrica e adotou hábitos saudáveis na rotina.
Ela posta vídeos em um canal que conta com quase 2 milhões de visitas.


Paula Menezes, G1

Quem olha para as nove faixas de concursos de beleza conquistadas por Sabrina Sgarbi, 24 anos, não imagina como a loira de corpo esbelto era há alguns anos. Moradora de Marau, na Região Norte do Rio Grande do Sul, a jovem pesava 140 kg, sofria de obesidade mórbida e tinha dificuldades até para andar. Depois de passar por cirurgia bariátrica em 2012 e reformular a alimentação, ela perdeu 80 kg e foi direto para as passarelas mostrar sua transformação.

Com 1,70 de altura, Sabrina é exemplo para inúmeras pessoas que desejam mudar de vida. Criou um canal de vídeos no Youtube em que dá dicas sobre rotina saudável e de como aumentar a autoestima. Em quase três anos, teve mais de 1,7 milhão de visitas. Entretanto, mais do que apenas falar sobre a mudança, a gaúcha demonstra orgulho de ter transformado as perspectivas que tinha para o futuro. Seu lema? Aceitação.

Sabrina Sgarbi perdeu 80 kg (Foto: Arquivo Pessoal)

"Eu não tenho vergonha de ser quem eu sou, de mostrar tudo isso. Posto fotos de biquíni, onde mostro que tenho peles sobrando, que ficaram do tempo em que fui obesa. Claro, pois dentro de mim tinha mais uma Sabrina de 80 kg, e ela foi embora, mas me deixou uma herança. Peles, cicatrizes e algumas estrias. Mas é essa a força que eu passo para todo mundo, e as pessoas acabam se apegando a mim”, conta ela, orgulhosa.

A batalha não é fácil, admite ela. Exige esforço e determinação, mas é possível de ser ultrapassada. Sabrina começou a engordar quando tinha 15 anos. Problemas na tireóide e o consumo excessivo de medicamentos contribuíram para o ganho de peso. Quando se deu conta, estava com 21 anos e pesava 110 kg. Aumentou ainda outros 30 kg, até ir para a cirurgia, que iniciou seu processo de mudança.

A escolha pelo procedimento cirúrgico foi tão marcante que, anualmente, ela comemora a data em que foi operada: 11 de novembro de 2012. É um segundo aniversário, pois considera ter "nascido novamente". Sabrina, porém, aponta que é preciso mais do que a cirurgia. Para perder os 80 kg, agregou à rotina a prática de caminhadas e uma alimentação que exclui carboidratos em excesso, lanches prontos e refrigerantes.

"Antes, eu não sabia me alimentar direito. Eu já estava farta de fazer dieta e não dar resultado. Estava na fase da obesidade em que não conseguia me locomover. Era ruim subir e descer escada. Foi quando falei para minha mãe que faria a cirurgia", relembra. "A cirurgia me deu uma oportunidade, mas eu emagreci porque eu mudei. Hoje, como o certo, como o correto", avalia.

Para chegar à alimentação considerada ideal, Sabrina foi auxiliada por inúmeros profissionais, desde psicólogo até nutricionista. No período inicial após a cirurgia, somente líquidos eram permitidos, evoluindo em seguida para alimentos pastosos.

Atualmente, ela faz acompanhamento com sua melhor amiga e nutricionista Cristiane Scortegagna, responsável por avaliações mensais do corpo da paciente. As refeições já voltaram à normalidade, mas é preciso cuidado com os tipos de alimentos ingeridos. Principalmente porque Sabrina é vegetariana.
"É uma alimentação normal, porém balançeada e em porções. Quem fez bariátrica precisa controlar, principalmente, o consumo de carboidratos e doces. Se você exagerar, passa mal. Então pães, massas, tem que evitar", explica Cristiane. "Ela é fantástica, muito dedicada. Como é vegetariana, procuramos substituir a carne por outros alimentos. Tem a carne de soja, e alimentos ricos em ferro, como couve. Coloco também espinafre, brócolis".

Conquista de títulos

Dois anos após a cirurgia, Sabrina partiu para a conquista de concursos de beleza. Sua primeira disputa foi em junho do ano passado, quando concorreu e venceu o título de Rainha Italiana de Marau. Em poucos meses, agregou à lista outras oito faixas: Beleza Turismo RS, Beleza Turismo Marau, Beleza Internacional, Miss RS Model World, Vice Miss Brasil Model World, Miss Universo RS Mundial, Miss Marau e Musa Gaúcha.

A jovem não quer parar por aí. Desde que ganhou pela primeira vez, recebeu ligações com convites para participar de outros concursos. Escolhe os que acredita ter o perfil adequado e segue em frente. Sempre, como faz questão de ressaltar, com orgulho de ser uma concorrente que venceu a obesidade.

Sabrina fez cirurgia bariátrica e mudou hábitos (Foto: Montagem sobre fotos/Arquivo Pessoal)
"Se alguém chegasse para mim há alguns anos e falasse que eu ia conquistar o título tão sonhado de Beleza Turismo, eu não ia acreditar. Por isso eu acho tão importante o meu trabalho de fazer os vídeos e dar palestras", aponta. "Claro que não são todos os concursos que eu posso participar. Por exemplo, quando tem um desfile de biquíni, não acho o ideal. Porque eu ainda tenho a pele que sobrou na minha barriga, e também não pretendo tirar", diz.

Sabrina descarta novos procedimentos. Em abril, fez uma cirurgia nos seios para levantá-los e colocar próteses de silicone, mas ela garante que é a única. De resto, pretende manter como conquistou com seu esforço.

Futuro

Noiva de um empresário que a conheceu há 11 anos e acompanhou todo o processo de ganho e perda de peso, Sabrina tem planos de casar. Ainda não sabe a data, mas há tempo para pensar. Tem certeza de que os próximos anos incluem projetos sobre sua transformação.

Além dos vídeos postados, Sabrina viaja o estado para dar palestras sobre o tema. É contratada, inclusive, pela empresa que fez a sua cirurgia bariátrica. Pensa agora em escrever um livro e quer, acima de tudo, ajudar quem deseja perder peso.

"A mudança de hábitos precisa ser eterna", alerta ela.

Para ser eterna, porém, é preciso ter um primeiro passo, que foi dado por Sabrina há três anos. Hoje, os apenas 60 kg que aparecem na balança não deixam dúvidas: para ir da obesidade mórbida aos concursos de beleza, determinação, autoestima e cuidado podem ser suficientes.

Gaúcha se orgulha de participar de concursos de beleza (Foto: Arquivo Pessoal)

Um comentário:

Anônimo disse...

É a prova que só é escrota quem quer.