Conheça os 10 melhores parques do mundo

O Central Park já foi usado como cenário de grandes produções hollywoodianas.
"Os dez melhores parques do mundo estão espalhados por seis países. O Brasil possui um representante de peso, com o Parque Ibirapuera ocupando a oitava posição. A seleção que o CicloVivo replica aqui foi feita em junho deste ano pelo site TripAdvisor, especializado em viagens e turismo. Veja abaixo esta lista e conheça ótimos lugares para conhecer e estar perto da natureza.

Redação, CicloVivo

1. Stanley Park

Localizado em Vancouver, no Canadá, este é um dos três maiores parques da América do Norte, recebendo oito milhões de visitantes ao ano. Com uma área de quatro mil metros quadrados, ele possui diversas trilhas, pistas de skate e mais de oito quilômetros de pista para corrida e caminhada.

Foto: iStock Photo
2. Garden of the Gods

“Jardim dos deuses” é um nome bastante propício para um local que reserva belas paisagens selvagens e a natureza intocada. Localizado em Colorado, no oeste estadunidense, este parque é ideal para quem gosta de fazer trilhas e apreciar as mais inusitadas formações rochosas.

Foto: iStock Photo
3. Central Park

Um dos parques mais famosos dos Estados Unidos, o Central Park já foi usado como cenário de grandes produções hollywoodianas. Mas, não é apenas disso que vive um dos pontos turísticos mais visitados de Nova York. O parque reúne diferentes artistas de rua, espaços para shows, um zoológico, restaurantes e é o local ideal para quem deseja passear de charrete em uma metrópole.

Foto: iStock Photo
4. Millenium Park

Mesmo sendo um parque razoavelmente novo (concluído em 2004), o Millenium Park reúne atrações famosas de Chicago, EUA. Durante o verão, as crianças brincam nas fontes espalhadas pelo parque e no inverno o local vira um ótimo ponto de encontro para quem quer patinar no gelo. É lá que está localizado “O feijão”, um dos pontos mais visitados por turistas na cidade. O parque também possui espaço para shows e está conectado ao Instituto de Arte de Chicago.

Foto: iStock Photo
5. High Line

Este é mais um dos parques nova-iorquinos a entrarem na lista. Seu diferencial é ter sido construído em uma linha de trem elevada que estava desativada. Localizado no lado oeste de NY, o parque reúne artistas locais, vendedores de frutas, hortas e outras atividades comunitárias.

Foto: iStock Photo

6. Kings Park and Botanic Garden

Este é um dos locais mais visitados do oeste australiano. Anualmente o parque, que também possui um jardim botânico, recebe seis milhões de visitantes. Quem vai ao Kings Park and Botanic Garden pode ver 319 espécies de plantas nativas e 80 tipos diferentes de pássaros.

Foto: iStock Photo
7. Guell Park 

Localizado em Barcelona, na Espanha, o Guell Park é considerado um dos patrimônios mundiais da Unesco desde 1984. Além de possuir diversas atrações, principalmente ligadas à arte e história, o parque por si só já é um marco para a arquitetura, por ter sido planejado por Antoni Gaudí, o mais importante arquiteto catalão. Mesmo com tudo isso, o TripAdvisor garante que o auge da visita ao Guell Park é a vista que ele proporciona ao turista que vai a Barcelona.

Foto: iStock Photo
8. Parque Ibirapuera

Um oásis em meio ao cinza de São Paulo. Além de reunir diversas espécies da fauna e flora nativas, o parque também é um dos passeios preferidos dos paulistanos que desejam ter um lazer ao ar livre e em família. Assim como em parques internacionais, o Ibirapuera também reúne museus e áreas para exposições e shows. É lá que acontece anualmente um dos maiores eventos de moda do mundo, o SP Fashion Week.

Foto: iStock Photo
9. Parque del Retiro

É um dos locais preferidos para quem quer relaxar em Madri, na Espanha. O Palácio de Cristal é um dos pontos altos do passeio pelo parque, durante o dia a estrutura reflete os raios do sol e durante as noites ela reflete luzes coloridas. A paisagem ainda é completada por belos jardins e fontes, ao mais tradicional estilo europeu.

Foto: iStock Photo
10. Luxembourg Garden

Situado em Paris, este parque possui uma importante curiosidade histórica. Até a Revolução Industrial, ele era aberto apenas para membros da realeza. Hoje o local pode ser visitado por qualquer pessoa que esteja na capital francesa e é um dos pontos turísticos mais procurados na cidade. Além disso, ele é ideal para piqueniques e leituras ao ar livre.

Nenhum comentário: