Nokia planeja celulares que transformam barulho em energia

Os ruídos do dia a dia podem gerar até 5 volts.
Redação CicloVivo

"É possível que no futuro os celulares nem precisem mais de tomadas para serem recarregados. Se depender da Nokia e dos cientistas da Queen Mary University, em Londres, as baterias dos telefones móveis serão abastecidas com a eletricidade produzida a partir do som.

O sistema apresentado pela empresa finlandesa não é exatamente novo. Há quatro anos, um cientista coreano já cogitava usar o som para recarregar celulares. A proposta consistia em aproveitar o efeito piezoeletrônico das vibrações em eletricidade.

A proposta foi a mesma testada pelos cientistas da universidade britânica, mas com o auxilio de algumas mudanças, os resultados recentes foram muito superiores. Os pesquisadores usaram óxidos de zinco, um material piezoelétrico que ajuda a produzir correntes de eletricidade, quando submetidos a tensão mecânica.

Os testes foram feitos com a criação de uma folha especial, com a estrutura em plástico e revestida com o óxido de zinco. A seguir, os cientistas acrescentaram uma mistura de substâncias químicas não informadas e aqueceram tudo a 90ºC. Isso permitiu que o material gerasse uma variedade de nanorods, que aumentam de acordo com as ondas sonoras.

Para recolher essa tensão gerada, a folha foi prensada entre duas camadas de contato elétrico. Normalmente essa relação é bem sucedida com materiais feitos de ouro, mas a experiência deu certo com papel alumínio, o que deve baratear o processo.

A energia coletada foi testada em um aparelho Nokia Lumia 925 e é capaz de gerar até cinco volts todos os dias com os ruídos comuns, como o som do tráfego, vozes e música. O resultado é suficiente para recarregar um celular e muito superior às experiências anteriores, que alcançaram apenas 50 milivolts de energia."

Nenhum comentário: