Nas redes sociais, brasileiros buscam culpados para o fracasso da seleção

Jornal GGN

"A Copa do Mundo do Brasil acabou neste final de semana. Para a alegria de muitos, a vitória da Alemanha, a mesma que derrotou o Brasil com placar histórico de 7 a 1, contra a rival Argentina ajudou a amenizar o vexame. Mas ao longo dos dias que se passaram após a fatídica semifinal, os torcedores usaram as redes sociais para apontar falhas e potenciais culpados pela derrota.

A empresa R18, especialista em monitorar a rede, analisou quase 1,2 milhões de postagens públicas no Twitter, Facebook e Instagram entre os dias 8 e 9 de julho, chegando aos principais alvos da ira dos brasileiros. Os atacantes Fred e Hulk, que passaram em branco em quase toda a competição, foram os jogadores mais citados – 43.938 e 41.559 publicações, respectivamente. A maioria em tom negativo.

O mais lembrado foi Neymar, com 134.168 registros, apesar de estar fora desde o jogo contra a Colômbia por causa da fratura na vértebra. Também houve muitas citações à CBF e o técnico Luís Felipe Scolari, culpando-os pela derrota.  A palavra “vergonha” foi identificada em mais de 40 mil posts.

Do mesmo modo, começam a surgir os nomes para substituir o comando da nova seleção. Ex-técnico do Corinthians, Tite foi o mais citado, com 1.349 posts, seguido pelo espanhol Pepe Guardiola, do Bayern de Munique, com 599 ocorrências – mais que as 556 menções a Muricy Ramalho. Veja, a seguir, o infográfico completo mostrando a análise da R18."



Nenhum comentário: