Idosos norte-americanos ajudam jovens brasileiros a falar inglês

A ideia é simples e, ao mesmo tempo, genial.
Redação, CicloVivo

"Nem todos os brasileiros que estudam inglês têm a oportunidade de sair do país para praticar a língua. Por outro lado, muitos idosos estrangeiros vivem em asilos e sentem a necessidade de ter mais pessoas com quem conversar.

Uma escola de idiomas no Brasil conseguiu a solução perfeita para estes dois problemas.

O projeto “Speaking Enchange” foi criado pelo CNA e conecta adolescentes que estudam na instituição com um grupo de idosos que vive em uma casa de repouso em Chicago, nos Estados Unidos. No vídeo de apresentação da iniciativa, Vanessa Valença, coordenadora pedagógica, explica que esta foi uma alternativa para tornar a prática do inglês mais real e mais humana.

A ideia é simples e, ao mesmo tempo, genial.  O sistema é semelhante a ao Skype, o que permite aos alunos conversarem com seus novos amigos, ao mesmo tempo em que interagem através de uma webcam. As conversas são arquivadas em um canal privado no YouTube e, posteriormente, os professores acessam para avaliar o desempenho dos estudantes.

Se para o aluno esta é uma oportunidade de conversar com alguém de um país cujo inglês é a língua nativa, para os idosos essa é mais uma oportunidade de ter companhia, trocar experiências, conhecer outra cultura e transmitir parte de todo o conhecimento agregado durante a vida.

"A ideia é simples e o projeto win-win, isto é, todos ganham, alunos e idosos americanos. É emocionante ver as reações e a satisfação deles. Realmente funciona para os dois lados", destaca Joanna Monteiro, diretora executiva de criação da FCB Brasil, agência responsável pelo projeto.

A ação piloto foi realizada na unidade CNA Liberdade junto a Windsor Park Retirement Community, em Chicago (EUA). O trabalho é emocionante e você pode acompanhar o resultado no vídeo abaixo:

Nenhum comentário: