Brasil é o segundo país que mais cria empregos na área de energia limpa

A energia eólica é o terceiro setor que mais emprega pessoas em todo o mundo.
Redação, CicloVivo

Aproximadamente 6,5 milhões de pessoas trabalham no setor de energias renováveis em todo o mundo. Este é o levantamento feito pela Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA) referente ao ano de 2013. O estudo coloca o Brasil na segunda colocação entre os países que mais oferecem empregos nesta área.

O resultado do último ano mostra um crescimento bastante considerável em relação a 2012, quando foram registradas 5,7 milhões oportunidades de emprego no ramo de energia limpa em todo o mundo. “O setor está provando que o nicho tornou-se um empregador significativo em todo o mundo”, explica o diretor-geral da IRENA, Adnan Z. Amin, em comunicado oficial.

A lista com os maiores empregadores do mundo em energia renovável conta com países em desenvolvimento e desenvolvidos, na seguinte ordem: China, Brasil, Estados Unidos, Índia, Alemanha, Espanha e Bangladesh. Os setores que mais empregam são: energia solar, biocombustíveis, eólica, biomassa e biogás.

A agência estima um aumento de cinco vezes em instalações fotovoltaicas somente na China entre os anos de 2011 e 2013. “A demanda crescente por energia solar na China e no Japão tem aumentado a quantidade de empregos, principalmente, nas fases de construção e instalação”, esclarece Rabia Ferroukhi, principal autor do estudo.

Em termos de energia eólica “on shore”, os destaques ficam por conta de China e Estados Unidos, enquanto a energia eólica “off shore” se faz mais presente na Europa, especialmente no Reino Unido e Alemanha. O Brasil é o primeiro colocado em postos de emprego na área biocombustíveis, principalmente em consequência da ampla produção de etanol em território nacional. No entanto, o maior produtor deste tipo de fonte ainda são os Estados Unidos."

Nenhum comentário: