Startup quer mudar mercado de fotografia no Brasil

Startup quer mudar mercado de fotografia no Brasil
Redação, Adnews

"Criada para atender a demanda de empresas por fotos comerciais tipicamente brasileiras, a startup CrayonStock irá apostar no modelo de assinaturas usando a tecnologia e o potencial da internet para licenciar fotos em grande volume e de maneira simples, em que as empresas pagam uma taxa mensal para utilizar imagens feitas por fotógrafos colaboradores, que são comissionados cada vez que uma imagem de sua autoria é escolhida.

"Queremos apresentar para os fotógrafos brasileiros uma nova maneira de ganhar dinheiro, em que uma mesma foto pode ser adquirida diversas vezes, gerando um lucro recorrente a este profissional”, conta Luca Atalla, fundador e CEO da CrayonStock. “Além disso, há uma carência muito grande do mercado por boas imagens do Brasil”, afirma.

A CrayonStock nasceu com um investimento de R$ 1 milhão feito por um grupo de investidores anjo brasileiro. A empresa espera fechar o primeiro ano de operação com faturamento de R$ 4,5 milhões e um acervo com mais de 400 mil imagens. "Queremos ser a maior comunidade de produtores e consumidores de imagem da América Latina”, diz Atalla.

 Os fotógrafos interessados podem fazer diretamente o upload de suas fotos na plataforma da CrayonStock. Antes das mesmas ficarem disponíveis na plataforma, elas passam por uma curadoria, que avalia características como resolução, exposição, foco e enquadramento. As empresas interessadas em ter acesso ao banco da CrayonStock e podem aderir a uma assinatura mensal, a partir de R$ 27,00, que dá direito ao download de até 40 imagens com resolução de 800 pixels."

Nenhum comentário: