Domínio .ong será lançado este ano e ONGs registradas formarão rede social

O domínio .ong será lançado oficialmente em outubro deste ano.
Por Thaís Teisen, Redação CicloVivo

"A internet em breve terá um espaço exclusivo para organizações não-governamentais. Assim como existem os domínios: .com, .edu, .org, em breve será lançado também o .ong, usado somente por organizações sem fins lucrativos.

A Public Interest Registry (PIR), que também criou o domínio .org, é quem está por trás desta iniciativa. A novidade não oferece apenas um espaço reservado no mundo da internet, mas consiste, principalmente, em dar maior visibilidade aos trabalhos realizados no terceiro setor.

A escolha pela sigla ONG, e também no inglês NGO, foi feita após diversos encontros em que as próprias organizações foram ouvidas e opinaram no melhor formato. Em entrevista ao CicloVivo, Nancy Gofus, diretora de operações da PIR, explicou que durante dois anos a organização conversou com líderes do terceiro setor e analisou quais eram as suas principais necessidades. Neste tempo, foi identificado que, não somente ter credibilidade ao usar um domínio exclusivo, as ONGs também precisavam se tornar visíveis para o mundo.

Essa necessidade gerou mais uma ferramenta. “Além do nome, nós vamos criar um arquivo global. Então, doadores, outras ONGs, fundações e qualquer pessoa poderá acessar o portal e saber o que as organizações estão fazendo”, informou Nancy.

O novo domínio será também uma espécie de “rede social social” em que será possível buscar organizações a partir do tipo de trabalho que realizam ou de sua localização. Os perfis terão fotos, vídeos, histórias e diversas outras informações, além de terem um espaço para doações on-line.

Muitas pessoas querem doar, mas às vezes não sabem a quem ajudar. Através do portal e do domínio .ong pessoas em qualquer lugar do mundo podem financiar trabalhos, mesmo que estejam distantes de onde ele é aplicado. A prova desse anseio humanitário foi o montante doado somente nos EUA em 2013. De acordo com Nancy, o país somou 330 bilhões de dólares destinados a organizações sem fins lucrativos, 75% desse total é proveniente de pessoas físicas. “A maior parte das doações vem de pessoas como nós e não é fácil encontrar boas organizações não governamentais, principalmente em outros países”, acrescenta a diretora.

Para garantir que apenas instituições sem fins lucrativos farão parte do domínio, a PIR se compromete em certificar cada uma das organizações antes de conceder o registro do endereço virtual. O processo se repete a cada dois anos, para garantir a credibilidade do sistema.

Nancy ainda esclarece que o domínio .ong será lançado oficialmente em outubro deste ano, mas as organizações interessadas em utilizarem esse registro já podem enviar suas solicitações através da página oficial."

Um comentário:

Rubens Kuhl disse...

Notar que ao contrário do .org, que pode ser registrado por qualquer bem, o .org.br já é restrito a organizações sem fins lucrativos, já tendo o tipo de confiabilidade que a PIR vai tentar criar no .ong e .ngo.