Fundo de Adaptação enfrenta problemas para captar recursos


Mecanismo deverá contar com apenas US$ 25 milhões anualmente até 2020 para ajudar os países mais pobres a lidarem com as consequências das mudanças no clima

Fernanda B. Müller, Instituto CarbonoBrasil

Um novo relatório mostra que não há previsões positivas para uma maior capitalização do Fundo de Adaptação, que foi criado sob o Protocolo de Quioto com o objetivo de financiar ações de adaptação às mudanças climáticas nas nações mais vulneráveis.

As baixas expectativas de recursos disponíveis refletem especialmente a ausência de quantias significativas de doações e os impactos do valor baixo das Reduções Certificadas de Emissão (RCEs) (imagem ao lado).

O fundo é composto em grande parte por recursos provenientes da venda de RCEs, mais exatamente de 2% da renda obtida com elas pelo Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL). O restante vem de doações e da renda com investimentos.”
Matéria Completa, ::AQUI::

Nenhum comentário: