Impasse provoca colapso de parte das negociações em Bonn


Um dos trilhos que formam as negociações climáticas sob as Nações Unidas, o Subsidiary Body for Implementation, foi interrompido devido a falta de avanços e deve voltar a ser discutido somente na Conferência do Clima em novembro

Fabiano Ávila, Instituto CarbonoBrasil

O que vinha se anunciando há alguns dias finalmente aconteceu. O trilho das negociações climáticas conduzido pelo Subsidiary Body for Implementation (SBI), que trata entre outras coisas do financiamento de adaptação climática às nações em desenvolvimento e de mecanismos financeiros de apoio para lidar com o aquecimento global, colapsou diante da pressão da Rússia, Ucrânia e Bielorrússia por uma retomada de temas que já teriam sido discutidos. Criou-se com isso um impasse que se mostrou impossível de ser resolvido. Agora o SBI só voltará a se reunir em novembro, durante a Conferência das Partes (COP19) em Varsóvia, na Polônia.

Os outros dois trilhos de negociação em Bonn, o Ad Hoc Working Group on the Durban Platform for Enhanced Action (ADP), responsável por traçar as bases do novo acordo climático internacional, e o Subsidiary Body for Scientific and Technological Advice (SBSTA), que cuida da transferência de tecnologias de baixo carbono e aconselha tecnicamente ações climáticas, prosseguirão suas atividades até a sexta-feira (14).

“Os países têm entre agora e o começo da COP19 para tentar desbloquear a situação para que decisões realmente importantes sejam tomadas. É essencial que esse tempo seja utilizado para resolver os assuntos pendentes para que possamos continuar com nosso trabalho”, declarou Tomasz Chruszczow, presidente do SBI.”
Matéria Completa, ::AQUI::

Nenhum comentário: