Governo federal define limites do Jardim Botânico do Rio e anuncia remoção de famílias


Vinícius Lisboa, Agência Brasil

“A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, anunciou hoje (7) a demarcação definitiva do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, unidade de proteção ambiental localizada na zona sul da cidade do Rio. Com a demarcação, será preciso remover, segundo a Associação de Moradores e Amigos do Horto, cerca de 520 famílias das comunidades que vivem na área do parque e lutam na Justiça para permanecer no local.

O anúncio foi feito em coletiva de imprensa, que também teve a participação do advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, e da secretária do Patrimônio da União, Cassandra Nunes. Apenas 100 famílias que também lutavam na Justiça pela sua permanência poderão continuar em suas casas, localizadas na comunidade Dona Castorina, porque vivem em uma área fora dos limites definitivos do parque.

O governo federal visitará cada casa para fazer um recadastramento das famílias e analisará alternativas para compensá-las, como indenizações, compras assistidas ou recebimento de novas casas.

Também será desocupado um prédio do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), que está dentro dos limites do parque. Moradores das comunidades do Horto fizeram um protesto contra as remoções em frente ao Museu do Meio Ambiente, onde ocorreu a coletiva de imprensa para anunciar a decisão.”

Nenhum comentário: