Programa Cata-Pilhas já descartou corretamente 222 toneladas de pilhas e baterias


Toda a carga coletada no Programa
Cata-Pilhas é remetida aos Centros
de Distribuição da Drogaria São Paulo
Foto: Raymond Yee/Flickr


“A Drogaria São Paulo bateu o recorde no programa Cata-Pilhas, de acordo com o balanço de 2012. No ano passado, foram recolhidas 73,05 toneladas de pilhas e baterias em todas as suas lojas, maior volume desde o início da campanha, em 2004, e 37% superior ao total alcançado ao longo de 2011. Em oito anos de existência, o programa da rede de farmácias já descartou corretamente 222,69 toneladas destes materiais.

O crescimento do programa comprova a conquista do objetivo da empresa, que é conscientizar os consumidores sobre o descarte correto de pilhas e baterias sem prejudicar o meio ambiente. “Nossas iniciativas visam valorizar as boas práticas de cidadania. Fomos os pioneiros desse programa no País e procuramos estar sempre envolvidos em ações socioambientais”, afirma André Elias Gonçalves, diretor de Marketing da Drogaria São Paulo.

 A iniciativa ocorre durante o ano inteiro. A rede desenvolveu caixas receptoras e mini caixas de papel para facilitar a armazenagem e o descarte dos materiais pelos clientes. A embalagem é distribuída gratuitamente na própria Drogaria São Paulo e a devolução do lixo pode ser realizada em qualquer uma das lojas da rede espalhadas pelas mais de 80 cidades onde atua.

O efeito do descarte incorreto de pilhas comuns e baterias pode ser bastante nocivo ao organismo. Elas são compostas por pelo menos três metais pesados e nocivos à saúde: zinco, chumbo e manganês. Também fazem parte de suas composições elementos químicos perigosos, como o cádmio, cloreto de amônia e negro de acetileno. O chumbo, por exemplo, pode acumular nos ossos, cabelos, unhas, cérebro, fígado e rins; age no sistema nervoso, renal e hepático. Por esta razão é necessário cuidado ao manter esse material em casa ou realizar o descarte incorreto, no solo.

Toda a carga coletada no Programa Cata-Pilhas é remetida aos Centros de Distribuição da Drogaria São Paulo. Neste local, uma transportadora especializada no manuseio de resíduos encaminha o material para a empresa Suzaquim, que faz o reprocessamento e a destinação final do lixo.”

Nenhum comentário: