Pesquisa mostra que aves primitivas tinham quatro asas ao invés de duas

Ilustração mostra como seria o Microraptor, dinossauro com aspecto de pássaro que também possuía grandes penas nas patas traseiras (Foto: Divulgação/Denis Finnin/Museu Americano de História Natural)

Patas traseiras eram dotadas de grandes penas, que chegavam a ter 5 cm. Estruturas podem ter ajudado a manobrar em voo, diz estudo da 'Science'.

Do G1

Cientistas chineses analisaram fósseis de aves primitivas com mais de 100 milhões de anos e identificaram que algumas delas possuíam quatro asas ao invés de duas, com penas nos membros traseiros, que provavelmente eram úteis para voar.

O processo evolutivo, dizem os cientistas, deve ter feito com que os pares de asas traseiras dessem lugar a patas, que foram tendo penas menores com o tempo. Uma análise detalhada do tema foi publicada na renomada revista "Science" nesta semana.

A pesquisa afirma que 11 fósseis recém-descritos de pássaros primitivos, de gêneros como o "Sapeornis", apresentam evidências da presença de grandes penas nos membros traseiros, que integravam um sistema de quatro asas.

Análises anteriores haviam descoberto animais similares a dinossauros com penas nas extremidades traseiras, mas havia poucos indícios de que se tratassem de asas e que fossem úteis para voo, segundo a agência de notícias AFP.”
Matéria Completa, ::AQUI::

Um comentário:

william haddad disse...

me sinto contemplado ao ler noticias assim nos blogs....