Dieta milagrosa não existe


Leila Cordeiro, Direto da Redação

Não sei quem inventou essa história de que dieta tem que ter nome e sobrenome, ou seja, deve ser batizada por seu inventor ou por quem descobriu que ela é milagrosa. Puro marketing. E de uns anos para cá, a indústria do emagrecimento cresceu tanto que até dá para especular se ela não se aliou à dos fast foods para engordar bastante a turma e depois fornecer o antídoto. Mas isso são meras conjecturas.

Entretanto, o que irrita, ao mesmo tempo que dá vontade de rir, são as fórmulas que inventam nas centenas de revistas especializadas espalhadas pelo mundo, como também no Brasil, que ditam a moda internacional dos corpos malhados, sarados e marombados. Ufa, que cansaço!

É isso mesmo, agora então, chegando o carnaval, o que mais se lê são as séries de exercícios aeróbicos e de musculação que a mulherada faz para entrar na avenida com corpão de alterofilista! Sim, porque com tanta malhação no final é isso o que acontece. Adeus curvas bem delineadas e suaves agora a moda é barriga de tanquinho, pernas e braços tão musculosos que estão há léguas de parecerem femininos.

E na onda da dieta milagrosa “celebridades” marombadas exportadas dos reality shows e programas de humor vão dando suas receitas, cada uma mais esdrúxula e complicada do que a outra. Chegam a inventar tantos produtos que fica difícil entender o que elas comem já que parece tudo à base da mesma coisa.

Complicado? Põe complicado nisso! Não dá nem para repetir e muito menos lembrar a fórmula das dietas, o que se sabe é que tudo o que dizem que comem não se encontra num supermercado comum já que misturam ervas secas, com produtos desidratados e muito blá blá blá que só serve para vender revista pra quem vive correndo atrás dos quilos a menos.

E para isso, as gordinhas ficam escolhendo nas revistas especializadas qual o corpo que gostariam de ter nas fotos ?photoshopadas? que mostram peles lisinhas sem nenhum furinho de celulite, braços e pernas perfeitos e curvas na medida certa. Aí, as fofinhas entram em parafuso querendo por que querendo ser aquilo tudo e , quem sabe, também um dia conquistar um galã ou um príncipe encantado sempre inventado nas novelas globais.

Gente, por favor! Emagrecer não tem mistério. Depende só de quem quer e tem força de vontade para fazer a sua própria dieta. Evidente que um acompanhamento médico é necessário, mas todo mundo sabe direitinho qual o alimento que é saudável e qual engorda e faz mal ao organismo. Depois disso, é só fechar a boca e passar a policiar a sua própria gula tendo certeza de que a cada grama perdida você vai entrar em roupas que você nem poderia imaginar que poderia usar um dia.

Melhor ainda é quando esse sonho se torna realidade. Você ganha um guarda-roupa inteirinho, cheio de peças tamanho P. Delírio total. Mas para isso não é preciso ficar horas lendo elocubrações de gente famosa que vive inventando moda pra aparecer na mídia. Basta se conscientizar de que você pode e vai emagrecer, comendo comida normal que não precisa vir lá do Egito ou do Marrocos ou das florestas negras de não sei onde. Elas estão aí mesmo, num supermercado pertinho da sua casa.

A propósito, em 4 meses perdi 22 quilos. A Fórmula mágica? Não existe. Apenas força de vontade e muita vergonha na cara para fechar a boca para as guloseimas doces e gordurosas com a consciência de que era preciso emagrecer para me sentir bem e feliz, e o melhor, comendo comida normal que sempre comprei no supermercado pertinho da minha casa. Tá bom assim pra você?"

2 comentários:

Renata Papini disse...

Obrigado pelo comentário, esta é a pura verdade e eu estava precisando ouvir isto hoje. Vou conceguir chegar lá! comendo comidas saudáveis e cortando as gorduras todas e é claro, malhar pra ajudar!

Andreia Evaristo disse...

Concordo com você que não existe fórmula mágica. Mas há dietas e dietas. Estou em processo de emagrecimento desde o final de outubro do ano passado. Comecei pela dieta das proteínas, que muitos dizem ser milagrosa, e ela funciona bem. Mas comecei a sentir falta do pãozinho, do arroz e das frutas. Saí da dieta e comecei a fazer reeducação alimentar (baseada no programa do Vigilantes do Peso). Realmente, não há muito segredo em se fazer escolhas corretas e saudáveis e uma hora os resultados começam a aparecer.
Mas discordo um pouco de você quando diz que emagrecer é questão de força de vontade. Existem casos em que as pessoas não conseguem emagrecer por terem algum problema psicológico, ou algum problema metabólico. Assim, por mais vontade que se tenha, o emagrecimento não acontece. É preciso trabalhar a mente, no primeiro caso, e essa é uma tarefa difícil. Muitas vezes comer compulsivamente é muito mais do que falta de força de vontade: é uma válvula de escape, uma forma de fugir dos problemas - e muita gente não consegue trabalhar essa questão sozinho. Já a questão metabólica depende de tratamento médico - sem ele, nada acontece também, mesmo trocando a alimentação e malhando.
De qualquer forma, seu texto ajuda muito à maioria das pessoas, que precisa mesmo que alguém seja direto em dizer que emagrecer é possível, mas é um processo que não pode ser milagroso, de uma hora para outra.
Grande abraço e sucesso no seu emagrecimento.