Comércio de marfim provocará extinção de elefantes na África


Caça em busca de marfim pode levar
elefantes a extinção, diz ativista.
Foto: Galeria de Calítoe./Flickr


Carta Capital / The Observer

“Jane Goodall, uma das maiores conservacionistas do mundo, fez um apelo apaixonado por uma proibição mundial à venda de marfim para evitar a extinção do elefante africano.

Seu pedido se segue à apreensão na Malásia, na semana passada, de 24 toneladas de marfim ilegal e um relatório de conservacionistas advertindo que o comércio ilegal de marfim hoje ameaça governos, enquanto grupos rebeldes usam a venda de presas para financiar suas guerras.

“Uma tragédia maciça está se desenrolando em algumas partes da África. Isto é desesperadamente sério, sem precedentes”, disse Goodall. “Acreditamos que a Tanzânia perdeu a metade de seus elefantes nos últimos três anos. Aviões militares de Uganda foram vistos sobre a República Democrática do Congo atirando contra elefantes. As milícias armadas hoje estão matando os elefantes.”

Ela acusou a China de ser a responsável em última instância, porque a maior parte do marfim é mandada para lá para ser transformada em ornamentos. “O principal mercado são a China e o Oriente. O marfim parece ser contrabandeado nos malotes diplomáticos chineses ou em aviões sem identificação, ou é contrabandeado pela fronteira do Congo. Bandos armados e policiais florestais estão aderindo ao contrabando ou estão sendo mortos. Temo que estejamos perdendo a batalha em alguns países. É chocante”, ela disse.”
Matéria Completa, ::AQUI::

Nenhum comentário: