Cientistas tentam impedir extinção do diabo-da-tasmânia

Espécie está sendo vítima de um raríssimo câncer facial contagioso. Para salvá-la, pesquisadores estão transferindo animais saudáveis para ilha australiana

Último Segundo / The New York Times

Diabo-da-tasmânia jovem e saudável é libertado na ilha Maria, na Austrália. Iniciativa quer salvar a espécie / Foto: The New York Times
“Em novembro, uma equipe de biólogos embarcou para a ilha Maria, cinco quilômetros ao largo do estado insular australiano da Tasmânia, levando com eles 15 cilindros plásticos. Eles colocaram os cilindros em picapes, levaram-nos a uma fazenda abandonada e os espalharam pelos campos.

Em pouco tempo, 15 diabos-da-tasmânia surgiram dos recipientes, tornando-se os primeiros a habitar a ilha.

"Tudo indica que eles estão muito bem", disse a respeito dos animais, Phil Wise, biólogo do governo especializado em fauna selvagem que chefia o projeto. Com aparência feroz, o diabo-da-tasmânia é um marsupial com jeito de cachorro que se tornou uma espécie ameaçada de extinção; o animal é oriundo da ilha muito maior cujo nome serviu para batizá-los.

Na primavera do Hemisfério Norte, a equipe planeja levar mais diabos a Maria. O objetivo é estabelecer uma colônia saudável que dure décadas. A aposta é grande, pois a sobrevivência da espécie inteira pode depender disso.”
Matéria Completa, ::AQUI::

Nenhum comentário: