Nova espécie de ave é encontrada na região central de Minas Gerais

O pedreiro-do-Espinhaço, ave encontrada na região central de Minas Gerai
Pedreiro-do-Espinhaço foi descrito por pesquisadores da UFMG. Apesar de recém-descoberto, pássaro já estaria ameaçado de extinção.


G1
Uma nova espécie de pássaro descoberta por pesquisadores na Serra do Cipó, conjunto natural localizado a 90 km de Belo Horizonte (MG), pode desaparecer da natureza antes mesmo que a ciência consiga dados sobre sua reprodução e população.

O pedreiro-do-Espinhaço (Cinclodes espinhacensis) foi visto pela primeira vez em 2006 por um grupo de professores e estudantes de doutorado em ecologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mas sua descrição foi publicada pela primeira vez no início do mês na edição do jornal “Ibis”, da União Britânica de Ornitólogos.

De acordo com a equipe de biólogos, inicialmente o pedreiro-do-Espinhaço foi confundido com outra espécie de ave que vive no Sul do país. A partir de análises de DNA, foi constatada a diferença genética, o que indicou que a ave encontrada era uma espécie nova.

“Após os exames genéticos, procuramos confrontar dados com informações de biólogos de várias partes do país, como a vocalização (canto das aves), a coloração, tipo de plumagem e medidas do corpo”, afirma a pesquisadora Lilian Mariana Costa, bióloga e doutoranda em ecologia pela UFMG.

Segundo ela, o pássaro recebeu o nome de “pedreiro” devido a uma característica incomum: diferente de outras aves, que constroem ninhos em galhos de árvores ou dentro de troncos, a espécie “mineira” encontra cavidades em rochas e ali deposita seus ovos.”
Foto: Divulgação/Guilherme Freitas
Matéria Completa, ::AQUI::

Nenhum comentário: