O egoísmo dos poderosos

José Inácio Werneck, Direto da Redação


O leitor surpreendeu-se com o calor recorde que fez este inverno no Brasil? Não deveria, pois no outro extremo do mundo, no Oceano Ártico, os sinais de que a Terra está mais quente são muito claros, com o derretimento da calota polar.

Uma tragédia ambiental, sem dúvida, mas também uma oportunidade para refletirmos sobre o egoísmo humano, na mesma semana em que vem a luz um video de Mitt Romney referindo-se com desprezo à camada da população que ele considera parasítica, por não pagar Imposto de Renda.

Falando a alguns colegas seus bilionários, Mitt Romney diz que “essas pessoas acreditam que tem direito a serviços médicos, a ajuda-desemprego, a assistência social…. São pessoas que não pagam Imposto de Renda, que jamais votarão em mim e não vou perder tempo com elas”.

Jamais ocorreu a Mitt Romneu que o Estado moderno deve, sim, prestar tais auxílios às camadas mais pobres da população que, se não pagam Imposto de Renda Federal é porque não ganham bastante para tanto. Mas pagam toda sorte de outros impostos indiretos, diretos e, em alguns casos, até Imposto de Renda Estadual,  típico dos Estados Unidos.

A audácia de Mitt Romney, que mantém dinheiro em paraísos fiscais para fugir ao Imposto de Renda nos Estados Unidos, só é comparável à sua ignorância e tem origem, é claro, em um profundo egoísmo.

O mesmo egoísmo que mostram as nações desensolvidas ao constatarem que o Oceano Ártico está derretendo. Em vez de anunciarem medidas mais duras de combate ao aquecimento global, Estados Unidos, Rússia, Reino Unido, Canadá, Suécia, Dinamarca, Noruega e Finlândia entraram em uma corrida para…  para aproveitar o degelo e explorar as riquezas da região em minerais, gás  e petróleo.”
Artigo Completo, ::AQUI::

Nenhum comentário: