Antártida está passando por aquecimento acelerado


“Pesquisas como nunca antes realizadas sobre as geleiras da Antártida ajudam a compreender a dinâmica de aquecimento dos últimos 15 mil anos, especialmente a rápida elevação recente nas temperaturas

Fernanda B. Müller, Instituto CarbonoBrasil

Resultados publicados nesta semana por um grupo de cientistas polares da Inglaterra, Austrália e França oferecem um nova dimensão para a compreensão das mudanças climáticas na Península Antártica, que se prolonga cerca de 1,3 mil km ao norte da Antártica em direção à América do sul, e das prováveis causadas do desprendimento recente de geleiras.

A primeira reconstrução abrangente dos últimos 15 mil anos na história climática da região, período onde houve o término da última Era Glacial e a Terra entrou no atual período mais quente, foi realizada através de coletas de testemunhos de gelo na Ilha James Ross.

Um dos objetivos da pesquisa, assim como de muitas outras similares ao redor do mundo, é tentar distinguir se o aquecimento global é natural ou a partir de quando tem um empurrão das atividades antrópicas.

“Sabemos que algo incomum está acontecendo na Península Antártica”, alertou o principal autor do estudo, Dr. Robert Mulvaney, do British Antarctic Survey (BAS).

Os cientistas comprovaram o aquecimento acelerado da península nos últimos 100 anos. As temperaturas médias na Ilha James Ross subiram quase 2ºC nos últimos 50 anos, fazendo da Península Antártica um dos locais com aquecimento mais acentuado ao redor do globo.”
Matéria Completa, ::AQUI::

Nenhum comentário: