Rio+20: “retração forte” dos países ricos coloca em risco documento final


Redação da Rede Brasil Atual

“Metas comuns, transferência de tecnologias, financiamentos, capacitação de pessoas para a execução de programas relacionados ao desenvolvimento sustentável, compreensão sobre o significado de economia verde e criação de novas instituições: falta consenso sobre um punhado de assuntos, alguns dos mais relevantes, no documento final da Conferência da ONU para o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20.

A dificuldade em avançar na quarta e última rodada de negociações antes da apresentação do texto final, no próximo dia 22, pode levar o Brasil a exercer sua condições de presidente do encontro para tentar avançar ao menos sobre questões mais simples, o que, ainda assim, significaria uma versão frágil e aquém da expectativa nutrida por especialistas e pela sociedade civil. 

Após três rodadas de conversas em Nova York, uma delas extraordinária, as negociações no Rio de Janeiro continuam a esbarrar nos interesses nacionais, sempre mais imediatistas que a necessidade global de encontrar um modelo de desenvolvimento que contemple o respeito ao ambiente e às boas práticas sociais.”
Matéria Completa, ::Aqui::

Nenhum comentário: