Você sabe se comportar nas redes sociais?


“Com o aumento no uso dessas mídias, cresce também as dúvidas sobre qual a melhor forma de agir; leia entrevista com o especialista Hegel Vieira Aguiar e tenha algumas dicas

Daniela Guedes, Brasil 247

Muito se ouve falar sobre redes sociais, algo tão dinâmico e comum hoje em dia, que nos obriga a estarmos atentos tanto às novidades do meio digital quanto ao nosso próprio comportamento na rede. E o que vemos, por conta do vasto alcance destas ferramentas, são os usuários se descuidando nas regras básicas de etiqueta.

Essa atitude contribui negativamente para alguém que queira ter sucesso nesse meio, seja no âmbito pessoal ou no profissional. Ao frequentar ativamente uma ou mais redes sociais, o usuário está deixando sua marca na internet. Por que então não deixar uma marca positiva nesse universo?

Segundo Hegel Vieira Aguiar, gerente de planejamento e comunicação digital e autor do livro Etiqueta 3.0 Você on-line & off-line (Ed. Generale). A única diferença entre o mundo real e virtual é que no primeiro, as conversas e interações com amigos são observadas em plataformas com poder de amplificar o que é dito.

"Em média, um perfil de um usuário em uma rede social possui 273 seguidores, ou seja, um simples bom dia pode ser visualizado por amigos de amigos de amigos. Um alcance quase infinito, o mesmo que você subir em um palanque em uma praça pública com um microfone em punho e gritar para uma multidão", explica.

Na entrevista abaixo, Hegel dá dicas sobre como utilizar de forma positiva as redes sociais e conta como as pessoas podem tirar melhor proveito das redes se comportando de forma simples e eficaz.

247 – É possível ser você mesmo no ambiente das redes sociais?

Hegel Vieira Aguiar – Não é possível, é necessário! As mídias sociais nos possibilitaram viver entre dois mundos, o real e o virtual. Universos distintos que se convergem não existindo a possibilidade de manter personalidades diferentes em cada um deles, a não ser que você decida interpretar uma personagem.

247 – Quais os limites que o usuário tem que ter quando a comunicação off-line for transposta para as redes sociais?

Hegel - Isso vai de cada um, dependendo muito do objetivo de utilização do usuário e do grau de privacidade que ele determinar. Se a utilização envolver objetivos profissionais, quanto menos privacidade melhor, quanto mais pessoas tiverem acesso a informações que você posta maior será a visibilidade sobre os assuntos que você domina, o que aumenta as chances de construção de um bom network e conversão em trabalhos. No caso de uso estritamente pessoal e diversão, mantenha o bom senso de não postar um conteúdo que comprometa a sua imagem.”
Entrevista Completa, ::Aqui::

Nenhum comentário: