Os dez piores desastres naturais

Há tempos a humanidade vem sofrendo com catástrofes

Rede Ambiente

Desastres vêm em várias formas. Após a tragédia do Japão, talvez valha a pena relembrar o que acontece quando as impressionantes forças da natureza decidem mostrar quem manda.

Apesar de muito temidos, meteoros, vulcões e raios não figuram na lista das dez mais mortais catástrofes. O maior número de vidas foi tomado pela terra e pela água – precisamente os dois elementos que permitem a vida.

Um dos mais famosos desastres naturais da história foi a erupção do Vesúvio, na Itália, no ano de 79 a.C. A cidade inteira foi pega de surpresa pela lava, criando um dos sítios arqueológicos mais importantes de todos os tempos. Devido à falta de informações, o número de mortes varia entre 3 e 30 mil, estando provavelmente entre 10 e 15 mil. Uma catástrofe impressionante - mas não chega nem perto das mais mortíferas.

O Vesúvio visto das ruínas de Pompéia
Inundações na China – 1931
Morreram – entre 1 e 4 milhões
Após dois anos de seca, três rios diferentes inundaram no período entre julho e dezembro de 1931. É o maior desastre natural de que se tem notícia. Aproximadamente 87 mil km² ficaram completamente debaixo d’água – estima-se que em torno de um milhão de pessoas tenham morrido afogadas.

Inundação do Rio Amarelo, China – 1887
Morreram – entre 900 mil e 2 milhões

O rio amarelo é o berço da civilização chinesa e tem sido tanto uma bênção quanto uma maldição. Há séculos os fazendeiros que habitavam as planícies próximas ao rio construíam barragens para deter a água em épocas de cheia. Em 1887, elas cederam à força da correnteza, e aproximadamente 130 mil km² ficaram submersos.
O rio Amarelo quando cruza Qinghai

Matéria Completa, ::Aqui::

Nenhum comentário: