Casa em forma de arco e parcialmente subterrânea consome menos energia


Ciclo Vivo

“O arquiteto norte-americano Maziar Behrooz criou uma residência em East Hampton, Nova York, que utiliza estratégias passivas de trocas de calor para economizar energia.

A casa foi projetada para um casal que queria uma casa espaçosa, sem que parecesse algograndioso. O arquiteto decidiu então “enterrar” parte do edifício, e assim combinou os desejos do casal com um olhar para a sustentabilidade do século 21.

"Eu não queria (...) construir um monstro", disse Bob Stansel, um senhor de 65 anos que se mudou para a casa de East Hampton com sua esposa. "Nós não queríamos um monte de enfeites caros no exterior."

Exceto pelo seu telhado, feito de chapa de alumínio-zinco corrugado, a estrutura é simples, construída em concreto e vidro, e se eleva pouco mais que a encosta gramada onde foi construída. A casa possui cerca de 594 metros quadrados, sendo que metade da área é subterrânea. Isso faz com que a casa seja duas vezes maior por dentro do que parece ser de fora.

Usar construção subterrânea para evitar códigos de construção restritivas é uma opção popular em bairros de luxo norte-americanos. Assim, os proprietários conseguem ganhar mais espaço dentro da lei. Porém, o casal afirma que sua decisão não foi motivada pela regulamentação, e sim por motivo estético.”
Matéria Completa, ::Aqui::

Nenhum comentário: