Surfista australiano alerta sobre o desperdício de pranchas



“O australiano Chris Anderson, estudante de design gráfico e surfista, está coletando mil pranchas velhas e quebradas para criar um cemitério de pranchas de surf (Surfboard Graveyard) como uma campanha de conscientização sobre os materiais insustentáveis ​​e os desperdícios de pranchas de surf.

Para ele, a indústria do surf como um todo não está atualmente envolvida na criação ou produção de pranchas sustentáveis e a comunidade do surf parece aceitar este status.

O objetivo é coletar este grande número de pranchas e instalar lápides como em um cemitério, em Garie Beach. A instalação será fotografada como imagem para uma campanha publicitária. As pessoas podem receber lotes de recompensas, e um livro artístico com edição limitada e pranchas de surf personalizadas.

Garie Beach está localizada no Royal National Park entre o sul de Sydney e Wollongong, onde Anderson vai trabalhar com guardas-florestais para instalar e fotografar as pranchas na praia, legalmente.”

Nenhum comentário: