Pesquisador desenvolve botox natural com veneno de abelha


Ciclo Vivo

‘Quem sempre invejou os lábios carnudos da Angelie Jolie, mas nunca teve coragem de injetar a toxina botulínica agora terá uma alternativa. Foi no veneno da abelha que um pesquisador do interior de São Paulo encontrou a fórmula da beleza.

O princípio ativo do cosmético é a melitina, um aminoácido presente no veneno da abelha que funciona como um botox natural. A descoberta foi feita por um laboratório de Tatuí que aproveitou para desenvolver uma linha de cremes de beleza, tendo como base esta substância presente nas espécies de abelhas produtoras de mel.

A pele reage ao produto aumentando a produção de colágeno e melhorando a elasticidade, ou seja, o efeito é similar a uma injeção de botox. Segundo o pesquisador e apicultor Ciro Protta, a substância "engana" a pele e transmite a mesma sensação de uma picada de abelha. Consequentemente, o organismo desencadeia uma reação ao veneno.”

3 comentários:

Anônimo disse...

A toxina botulínica (botox) é feito a partir de bactérias, ou seja, ela é tão "natural" quanto o veneno das abelhas. O que vamos matar: bactérias ou abelhas?

Anônimo disse...

Cara, o inseto da foto não é uma abelha, é uma mosca da família Syrphidae. Altera isso ai.

Anônimo disse...

O botox simplesmente paralisa temporariamente os musculos evitando as rugas de expressão e não tem nada a ver com renovação de colageno muito menos com preenchimento de lábios.