IPCC alerta que é hora de se preparar para o pior


Novo relatório afirma que o aquecimento global causará tantas tempestades, secas e ondas de calor nos próximos anos que as nações devem estar prontas para enfrentar desastres em uma frequência nunca antes observada

Fabiano Ávila, Instituto CarbonoBrasil/IPCC

O Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) divulgou nesta quarta-feira (28) o “Relatório Especial sobre Gerenciamento de Riscos de Eventos Extremos e Desastres para o Avanço da Adaptação Climática (SREX)", que retrata o quão perigosas as mudanças climáticas já se tornaram.

O documento representa uma importante transformação na postura do IPCC, deixando de se focar na mitigação do aquecimento global para centrar seus esforços em mostrar que é hora de nos prepararmos para os eventos extremos que já são inevitáveis.

“Estamos pedindo que os governos se concentrem agora na redução dos riscos de desastres que já vêm acontecendo e tendem a piorar no decorrer das próximas décadas”, afirmou Chris Field, um dos editores do relatório e cientista climático da Universidade de Stanford.

“A mitigação ainda é importante, mas a perda de vidas e os prejuízos econômicos já estão acontecendo e vão piorar. Em um mundo mais quente, a frequência de tempestades, enchentes, secas e ondas de calor será maior”, acrescentou.

O relatório possui quase 600 páginas e oferece detalhes sobre desastres climáticos no passado e as tendências futuras para todo o globo. Além disso, apresenta a discussão de medidas de gerenciamento de riscos e ações já realizadas que podem servir de exemplo.

“Centenas de cientistas de todo o mundo trabalharam mais de dois anos no SREX. Neste documento estão presentes evidências, documentações e avaliações que o tornam uma peça importante para o direcionamento de decisões políticas”,  disse Field.”
Matéria Completa, ::Aqui::

Nenhum comentário: