Tubarão híbrido é descoberto na Austrália


Pesquisadores acreditam que a nova espécie resultou da união do tubarão-de-ponta-negra australiano com tubarão comum


Durante uma pesquisa para identificar as características dos animais marinhos, cientistas da Universidade de Queensland, na Austrália, descobriram a primeira espécie de tubarões híbridos do mundo. Os especialistas acreditam que a espécie nasceu a partir da união do tubarão-de-ponta-negra australiano (Carcharhinus tilstoni) com o ponta-negra comum (Carcharhinus limbatus).

A possibilidade de filhos originados da combinação nunca foi considerada por pesquisadores. A primeira análise sobre a espécie será feita pela equipe de australianos chefiada pelo cientista marinho Colin Simpfendorfer. Para os estudos, serão usadas 57 tubarões identificados em águas da Costa Leste australiana.

A nova combinação apresenta as principais características do tubarão-de-ponta-negra australiano, que é menor do que a espécie comum e só sobrevive em águas tropicais. A nova espécie híbrida foi encontrada em lugares gélidos. Os cientistas consideram essa adaptação a águas geladas uma resposta à mudança da temperatura nos oceanos.
Outro fator decisivo para o surgimento da nova espécie foi o aumento de pesca na região. Os tubarões híbridos são mais resistentes que as espécies de origem. Para declarar oficialmente o surgimento do novo tipo de tubarão, os pesquisadores irão produzir um mapeamento detalhado do material genético. O resultado irá definir se a criação dos híbridos é parte de um processo antigo entre tubarões ou um fenômeno novo.”

Um comentário:

Anônimo disse...

"tubarão comum" é o termo técnico?!