Efeitos das mudanças do clima podem estar sendo subestimados, desencadeando extinções massivas


Fernanda B. Muller, Instituto CarbonoBrasil

“Um novo estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade de Connecticut e publicado na última quarta-feira no periódico Proceedings of the Royal Society: Biological Sciences, afirma que os impactos das mudanças do clima podem estar sendo subestimados, com o risco de acabarem em extinções massivas ao redor do globo.

Utilizando modelagens climáticas novas, os cientistas alegam que as atuais modelagens não levam em conta aspectos essenciais para a compreensão dos efeitos das mudanças climáticas sobre os animais, como interações entre espécies e variações interespecíficas na dispersão.

Os pesquisadores notaram que a adição de fatores como taxas de migração e intensidade de competição de outras espécies durante a migração são elementares para o bom resultado da manipulação dos dados virtuais.

"Temos modelos meteorológicos realmente sofisticados... mas na vida real, os animais se movimentam e competem, parasitam e se alimentam uns dos outros. A maioria das previsões não inclui estas interações importantes", comentou o supervisor do estudo Mark Urban, Ecólogo na Universidade de Connecticut.”
Matéria Completa, ::Aqui::

Nenhum comentário: