Centopeias criam fronteira natural


Duas espécies de centopeias, que habitam a Tasmânia, se mantêm misteriosamente separadas

Último Segundo / The New York Times

Na ilha australiana da Tasmânia, duas espécies de centopeias mantêm um impasse misterioso, de acordo com uma nova pesquisa  - separadas por um limite de 225 quilômetros que elas raramente cruzam.

A fronteira, que mede apenas algumas dezenas de metros de largura na maioria das áreas, é particularmente incomum, porque as fronteiras entre as espécies geralmente seguem uma divisão geográfica natural, como um sulco, conforme explicou o autor do estudo, Bob Mesibov, especialista em centopeias do Museu e Galeria de Arte Rainha Vitória, em Launceston, na Tasmânia. Por outro lado, o limite em questão atravessa montes e rios.

"Ele não seguiu uma fronteira natural geográfica de modo algum", disse Mesibov, que descobriu e deu nome a ambas as espécies em 2010. Ele descreve suas descobertas no periódico Zoo Keys.

Mesibov passou dois anos mapeando as variedades da espécie. O trabalho envolveu mais de 100 dias no campo e visitas a 350 locais no noroeste da Tasmânia.”
Matéria Completa, ::Aqui::

Nenhum comentário: