IPCC alerta para a mitigação de desastres climáticos


Painel de cientistas da ONU afirma que o aumento das temperaturas está relacionado às emissões de gases do efeito estufa resultantes das atividades humanas e que devemos nos preparar para fenômenos extremos mais frequentes

Fabiano Ávila, Instituto CarbonoBrasil/IPCC

A exatamente uma semana da Conferência do Clima de Durban (COP17), o Painel Intergovernamental das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (IPCC) apresenta dados de um relatório que traz novas conclusões sobre o impacto do ser humano no clima e faz o alerta de que é preciso realizar ações de gerenciamento de catástrofes.

“Managing the Risks of Extreme Events and Disasters to Advance Climate Change Adaptation (SREX)” (algo como “Administrando os Riscos de Eventos Extremos e Desastres para o Avanço da Adaptação às Mudanças Climáticas”) estará disponível em fevereiro, mas o sumário apresentado pelo IPCC traz as probabilidades para eventos climáticos extremos em diferentes cenários de emissões globais, sendo que o relatório define como “provável” a porcentagem acima de 66% e de “virtualmente certo” acima de 99%. 

“É virtualmente certo que o aumento da frequência e da magnitude das temperaturas diárias extremas acontecerá em todo o planeta no decorrer do século 21. É provável que a duração e a intensidade das ondas de calor crescerão. Recordes de temperaturas que costumavam serem batidos a cada 20 anos provavelmente serão quebrados a cada dois anos”, afirma o documento.

“Estamos convencidos que o aumento das temperaturas globais registradas por todo o mundo se deve às emissões de gases do efeito estufa”, resumiu Qin Dahe, membro do IPCC.”
Matéria Completa, ::Aqui::

Nenhum comentário: