Dilma diz que é possível aliar crescimento agrícola com preservação ambiental


Ciclo Vivo

“Ao participar na última quarta-feira (23) das comemorações de 60 anos da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), a presidenta Dilma Rousseff destacou a necessidade de construção de um consenso em torno do novo Código Florestal, que tramita no Senado. Dilma defendeu que o Brasil é capaz de aliar o crescimento da produção agrícola com a preservação das florestas.

“Eu sei que muitos passos foram dados nesta direção [do diálogo e consenso]. O Brasil não precisa e não pode contrapor seu papel de potência agrícola à preservação de nossas riquezas naturais, da nossa biodiversidade. Talvez sejamos o único país do mundo que tem condições de ser potência agrícola e energética sem deixar de ser potência de biodiversidade e de respeito ao meio ambiente”, disse a presidenta.

Na última terça-feira (22), a Comissão de Meio Ambiente do Senado aprovou o texto-base do relatório do senador Jorge Viana (PT-AC) sobre o novo Código Florestal Brasileiro. O relator recuou e acatou uma das reivindicações da bancada ruralista e estendeu também aos grandes produtores rurais o direito de converter multas por desmatamento, aplicadas até 2008, em recuperação das áreas destruídas. Inicialmente, o relator havia concedido o benefício somente aos produtores de pequeno porte e a agricultores familiares.”
Matéria Completa, ::Aqui::

Nenhum comentário: