30 outubro, 2014

Vídeo que mostra assédio a mulher nas ruas é visto mais de 14 milhões de vezes


"A câmera mostra uma mulher andando durante dez horas pelas ruas de Nova York. A princípio, isso não faria deste vídeo um viral na internet. Mas, neste caso, as imagens retratam o assédio constante pelo qual passam mulheres em uma simples caminhada.

BBC Brasil 

Enquanto a mulher anda, ouve homens dizerem "E aí, coisa linda?", "Que Deus te abençoe" e "Caramba".

Quando ela os ignora, eles insistem - "Não quer mesmo falar comigo? É por que sou feio?" - enquanto outros a repreendem - "Sorria mais" e "Você deveria ser mais grata por alguém reconhecer sua beleza".

Em certo momento, um homem caminha por cinco minutos ao seu lado em silêncio.

29 outubro, 2014

Brasileira ganha prêmio alemão de sustentabilidade


Envolverde / Portal do Meio Ambiente

"Especialista em Direito Ambiental e Políticas Públicas, a mineira Tatianna Mello Pereira da Silva, 27 anos, está entre os 25 cientistas mais promissores de todo o mundo que ganharam a sexta edição do Green Talents Award, um dos maiores prêmios mundiais no campo da sustentabilidade conferido pelo Ministério Federal de Educação e Pesquisa da Alemanha (BMBF). O seu projeto de pesquisa, com foco no levantamento dos motivos que impedem o avanço da Política Nacional de Resíduos Sólidos no Brasil, impressionou o júri formado pelos maiores especialistas em sustentabilidade e pesquisa da Alemanha, em meio a 800 candidaturas de mais de 100 países.

O trabalho da brasileira tem o objetivo de testar a hipótese erigida pelo Governo Federal do Brasil e avaliar se a integração de cooperativas de catadores de material reciclável em sistemas formais de coleta seletiva e logística reversa, de fato, contribuiu para a inclusão social e emancipação econômica do grupo. A pesquisa visa, ainda, produzir recomendações sobre como governo, empresas, sociedade civil e catadores podem atuar de forma coordenada e eficiente na busca da tríade inclusão-emancipação-reciclagem.

28 outubro, 2014

Chega ao Brasil produto social que transforma água contaminada em água limpa

O P&G Sachet é capaz de transformar 10 litros de água contaminada em 10 litros de água potável.
Ciclo Vivo 

Estima-se que cerca de um bilhão de pessoas sofram com a falta de água potável no mundo. Para tentar combater esse tipo de problema, a P&G desenvolveu um produto social inovador chamado P&G Sachet, que acaba de chegar ao Brasil. Utilizando uma tecnologia de baixo custo, o sachê de 4 gramas é capaz de transformar 10 litros de água contaminada em 10 litros de água potável. No primeiro ano do projeto no país, serão doados 1,8 milhão de sachês pela empresa, porém, este número deve aumentar com a iniciativa do Walmart, que incentivará a doação de sachês pelos próprios consumidores.

Agência russa adverte que tirar selfies pode 'espalhar piolhos'

Proximidade das pessoas provocada pelas fotos selfie facilitaria infestação por piolhos
"Uma agência de notícias russa publicou uma reportagem afirmando que os jovens devem parar de tirar fotografias do tipo selfie a fim de não pegar piolhos.

Da BBC Brasil

A mania do selfie, na qual as pessoas posam muito perto umas das outras para uma delas possa esticar o braço e tirar a fotografia com o telefone celular, seria a principal razão da proliferação dos parasitas, segundo o departamento de Rospotrebnadzor, em Kursk, um órgão do governo que produz alertas ligados ao bem estar da população.

"Tirar fotos tão próximo um do outro significaria que os piolhos podem pular de uma cabeça para outra", diz o aviso.

27 outubro, 2014

Perfis-robôs militam dos dois lados nas redes sociais

Rede associada à tag #13siltodocomdilma entre 19h do dia 22 e 13h do dia 23/10. Nomes em destaque são as pessoas mais "influentes" usando essa tag, ou seja, os mais retuitados
"Não é só um dos lados: uma análise feita pelo Laboratório de Imagem e Cibercultura (Labic), da Universidade Federal do Espírito Santo, a pedido da BBC Brasil mostra que há perfis com características de robôs atuando tanto na militância de Aécio Neves quanto na de Dilma Rousseff.



A coleta de informações foi feita durante pouco mais de 18 horas, entre as 19h do dia 22 e as 13h do dia 23 de outubro, usando as hashtags #aecio45pelobrasil e #13rasiltodocomdilma, ambas citadas também nos perfis oficiais dos candidatos.

"Foram 106 mil tuítes com a de Aécio e 85,5 mil publicações com a de Dilma. Isso fez com que as duas aparecessem na manhã de hoje nos trending topics da rede social", diz Fabio Goveia, um dos coordenadores do Labic.

A atividade que fez com que as hashtags chegassem aos tópicos mais populares, no entanto, tem características suspeitas, de acordo com o pesquisador.

26 outubro, 2014

Chuveiro sustentável reutiliza 90% de água e 80% de energia

Criado na Suécia, equipamento também filtra a água e garante banhos mais longos sem muita culpa.
Do CicloVivo

Um chuveiro sustentável desenvolvido na Suécia é capaz de economizar 90% da água e 80% de eletricidade por métodos sustentáveis, além de filtrar a água fornecida para as residências por meio da rede de esgotos. Fora reduzir os preços nas tarifas de água e de energia, o novo sistema permite que as pessoas tomem banhos mais longos sem causar sérios impactos no meio ambiente.


Batizado de OrbSys, o chuveiro foi inspirado em tecnologias utilizadas por cosmonautas, e, de acordo com seus criadores, ele é capaz de gerar, para as residências, uma economia superior a mil dólares nas tarifas de água e energia. No site da empresa, o internauta pode estimar a economia média oferecida pelo sistema de acordo com a cidade em que vive – no Brasil, estão disponíveis os cálculos para São Paulo, onde o OrbSys traria uma diferença média de cerca de três mil reais ao fim do ano, considerando que quatro banhos de dez minutos são tomados diariamente na residência.

25 outubro, 2014

Atividade humana causou a extinção de 322 animais nos últimos 500 anos


Jennifer Viegas, Animal Planet

Segundo estudo publicado em uma edição especial da revista Science, nossa espécie provocou a extinção de 322 animais ao longo dos últimos 500 anos, sendo dois terços nos últimos dois séculos.

Muitos animais ainda correm o risco de desaparecer, e o ritmo de extinção de anfíbios e invertebrados preocupa os especialistas. O segundo grupo foi reduzido quase a metade, enquanto a população humana dobrou nos últimos 35 anos.

Ecologistas, zoólogos e outros cientistas acreditam que podemos chegar a um ponto irreversível em escala global se medidas urgentes não forem tomadas para reverter esse processo.

“Se as taxas atuais de crescimento continuarem a subir, a população humana chegará a 27 bilhões em 2100, o que é obviamente uma opção impensável e insustentável”, enfatiza o co-autor do estudo, Rodolfo Dirzo, professor de ciências ambientais da Universidade de Stanford.

24 outubro, 2014

Documentário mostra ilha onde vivem chimpanzés que sobreviveram a testes animais

O documentário “A Ilha dos Macacos” é o resultado de uma produção que foi até a Libéria para mostrar a região onde vivem somente chimpanzés. A equipe da revista virtual Motherboard visitou o país para mostrar que a interação pacífica entre o homem e a natureza permanece distante de se concretizar.
Assista “A Ilha dos Macacos” no vídeo abaixo:

Luz do sol pode reduzir ganho de peso e controlar diabetes, diz estudo

Luz solar poderia frear o ganho de peso, disseram cientistas
"A exposição ao sol pode desacelerar o ganho de peso e o desenvolvimento de diabetes tipo 2, segundo pesquisa realizada em ratos.

Da BBC Brasil 

Cientistas descobriram que a radiação ultravioleta em ratos superalimentados fez com que os animais comessem menos. Mas a vitamina D, produzida pelo corpo em resposta à luz solar, não estaria envolvida no fenômeno, disse o estudo.

Após o tratamento com luz ultravioleta, os ratos do estudo também apresentaram menores sinais de alerta de diabetes tipo 2, tais como níveis anormais de glicose e resistência à insulina (condição em que a insulina produzida pelo corpo é insuficiente ou ineficiente para processar a glicose nas células).

23 outubro, 2014

Como iluminar um quarto por 40 dias só com uma batata


"O pesquisador Haim Rabinowitch e seus colegas dedicaram os últimos anos para tentar criar aparelhos "movidos a batata" - extraindo energia elétrica do tubérculo.


A ideia parece absurda, mas o cientista da Universidade Hebraica de Jerusalém em Israel, diz que, com placas de metal, fios e lâmpadas, é possível gerar energia assim.

"Uma batata tem potência suficiente para iluminar um quarto com lâmpada LED por 40 dias", diz o Rabinowitch.

Os princípios desta técnica já são ensinados há anos nos colégios e conhecidos desde 1780, quando o italiano Luigi Galvani fez as primeiras experiências do tipo. Mas a tecnologia desenvolvida em laboratório aumenta muito a potência.

22 outubro, 2014

App que 'turbina' memória com brincadeiras faz sucesso em escolas






Mas aos 26 anos, ele decidiu que queria ajudar as demais pessoas a conseguir memorizar como ele.

"As técnicas de memorização requerem uma certa disciplina. Eu queria criar uma ferramenta que permitisse aprendê-las enquanto se relaxa", diz.
Em 2010, ele lançou o site e app Memrise, que já foi usado por 1,4 milhão de pessoas para aprender línguas estrangeiras, história e ciência. A tecnologia deu origem a outros semelhantes, usados tanto por indivíduos como em escolas. Cooke conta que nem imaginava o tanto que poderia ser criado a partir de sua ideia.

"O app é muito poderoso, ele faz toda a parte dura de se aprender", conta Dominic Traynor, professor de espanhol em uma escola primária em Londres. "Eu diria que, com ele, conseguimos cobrir um ano letivo de aprendizagem em apenas seis meses."

21 outubro, 2014

2014 pode ser o ano mais quente já registrado

2014 já é o terceiro ano mais quente da história.
Redação, CicloVivo

"De acordo com a Nasa, os meses de agosto e setembro deste ano já foram os mais quentes desde que os registros meteorológicos começaram a ser feitos. A expectativa dos cientistas é de que a situação continue assim, e, se as previsões se confirmarem, 2014 pode ter o recorde das altas temperaturas.
A notícia soa estranha para quem mora em algumas partes do hemisfério norte, principalmente nos EUA, já que o país enfrentou um dos invernos mais rigorosos dos últimos tempos. No entanto, o hemisfério sul enfrentou ondas de calor durante a maior parte do ano.