01 setembro, 2014

Setor de energia eólica vai investir R$ 15 bilhões em 2014

Em dez anos, a energia eólica deve corresponder a 11% da matriz energética brasileira. Foto: Alberto Coutinho/SecomGovBA/Creative Commons
Cristina Indio do Brasil, Agência Brasil31 / Envolverde

'O setor de energia eólica vai investir neste ano cerca de R$ 15 bilhões e a perspectiva é manter este patamar de investimentos nos próximos anos, incluindo a participação nos leilões de energia promovidos pelo governo, de acordo com a presidenta da Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeolica), Elbia Melo. Em dez anos, a energia eólica deve corresponder a 11% da matriz energética brasileira, segundo o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Para Elbia, um dos maiores desafios do setor no Brasil é o desenvolvimento da cadeia produtiva para garantir o andamento dos projetos e manter o índice de nacionalização, critérios básicos para conseguir financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ela concorda com a exigência, mas lembrou que a cadeia produtiva tem que evoluir rapidamente para que os projetos possam entregar a energia contratada nos leilões.

Uso exagerado das 'telinhas' pode insensibilizar crianças

Estudo questiona uso excessivo de tablets e celulares por crianças
"Um estudo da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, indica que o uso exagerado de equipamentos digitais pode atrapalhar a capacidade de crianças em reconhecer emoções de outras pessoas.

BBC Brasil 

Pesquisadores do departamento de psicologia observaram 105 alunos de 11 e 12 anos, divididos em dois grupos, e perceberam que depois de cinco dias sem acesso às telas de celulares, tablets ou televisores, eles passaram a identificar emoções muito melhor.

No estudo publicado na revista especializada Computers in Human Behaviour os psicólogos afirmam que o efeito da mídia digital pode ser muito mais danoso que se imagina.

"Muitos olham para os benefícios da mídia digital na educação, mas não há muitos que estudam o custo disso", afirmou uma das autoras da pesquisa, Patricia Greenfield.

31 agosto, 2014

“Wildleaks”: Conservacionistas criam plataforma on-line para combater caça ilegal

Em 2013, cerca de 20 mil elefantes foram mortos na África, número maior do que os de nascimentos desses animais. Foto: Arno Meintjes
Redação do EcoD / Envolverde

'Uma espécie de WikiLeaks para o meio ambiente, assim pode ser definida a plataforma de denúncias Wildleaks, recém criada por um grupo de conservacionistas com o objetivo de combater à caça ilegal.

Os caçadores ilegais, que devastam populações de rinocerontes e elefantes na África, são muitas vezes protegidos da polícia por suas conexões com o poder.
Enquanto guardas florestais encaram criminosos armados, o projeto on-line quer mirar os maiores traficantes de chifres de rinocerontes e presas de elefantes, que lucram milhões de dólares com sua atividade.

Menino de 14 anos deixa produção de biocombustível 500 vezes mais eficiente

As algas são excelentes matérias-primas para a fabricação de biocombustível.
Redação, CicloVivo

"As algas são excelentes matérias-primas para a fabricação de biocombustível. No entanto, os sistemas tradicionais de produção ainda não lentos, o que encarece seu uso. Porém, se depender de Gregory Martin, um norte-americano de 14 anos, isso logo vai mudar.

O adolescente, que é um dos finalistas do concurso de ciência do Google, desenvolveu um método que aumenta a quantidade de lipídios nas algas em 500%. A técnica é simples e os resultados mostram que essa alternativa poderia elevar os rendimentos em números bem expressivos.

30 agosto, 2014

Ave mais rara do mundo precisa de novo lar

Ave de Madagascar é a mais rara do mundo
"O zarro de Madagascar já povoou diversos lagos deste país africano, mas hoje está encurralado em um local inadequado para sua preservação.

Da BBC Brasil 

Um dos poucos que ainda permanecem intocados pelo homem em Madagascar, o lago é profundo demais para que os filhotes se alimentem. Quase todos acabam morrendo de fome.

Isso faz com que a ave mais rara do mundo - estima-se que existam apenas 25 zarros na natureza atualmente - esteja à beira da extinção.

No entanto, ainda há esperança para a espécie. Há dois anos, filhotes nasceram em cativeiro pela primeira vez.

Assim que for um novo habitat for encontrado, eles poderão ser reintegrados à natureza.

29 agosto, 2014

Comer ou apenas nutrir-se? Eis a questão

Foto: Pieter Brueguel, O Casamento do Camponês, 1567
"Alimentar-se e cozinhar não podem ser apenas atos “saudáveis”. Envolvem autonomias, escolhas culturais, atitudes diante do outro e do mundo

Juliana Dias, Outras Palavras / Envolverde

A abordagem da alimentação na escola não deveria se limitar a cultivar hábitos saudáveis, numa visão que coloca o alimento como nutriente e a responsabilidade nos ombros do sujeito que come. A escola é o lugar das interações sociais, produtora de sentido (CARRANO, 2009) e instituição cultural (PÉREZ, 1999). Portanto, é necessário ampliar os olhares para o valor da Alimentação Escolar. Esta é uma poderosa ferramenta para matar a fome de conhecimento, renovando o entendimento sobre a relação com a comida, afim de engajar e transformar pessoas, comunidades e sociedades.

Desde 2009, a Lei de Alimentação Escolar (11.947) oficializa o olhar cultural sobre o comer e inclui a Educação Alimentar e Nutricional (EAN) no processo de ensino-aprendizagem, que deve perpassar o currículo escolar. Essa política pública estimula o respeito às tradições alimentares e à preferência alimentar local saudável; o desenvolvimento biopsicossocial; e amplia a presença de outros profissionais na escola, com proposta interdisciplinar e intersetorial. Também determina que ao menos 30% dos alimentos comprados para a refeição escolar venham da agricultura familiar local, preferencialmente produzidos de forma agroecológica ou orgânica."
Matéria Completa, ::AQUI::

Estudo recomenda tomate para prevenir câncer de próstata

Pesquisas indicam que o tomate pode ajudar a diminuir o risco de câncer de próstata
"Homens que consumirem mais de dez porções de tomate por semana podem reduzir em 20% os riscos de câncer de próstata, indicou um estudo feito por pesquisadores britânicos.

Helen Briggs, BBC Brasil 

O estudo, realizada em colaboração entre as universidades de Cambridge, Oxford e Bristol, analisou a alimentação e o estilo de vida de cerca de 20 mil britânicos com idade entre 50 e 69 anos.

Os pesquisadores verificaram que aqueles que consumiam mais de dez porções de tomate por semana – na forma de saladas de tomate fresco ou suco de tomate, por exemplo – reduziram em 18% o risco de câncer de próstata.

Aqueles que consomem as recomendadas cinco porções de frutas e legumes - ou mais - por dia pode diminuem em 24% o risco de apresentar a doença no futuro, em comparação com homens que comem duas porções e meia desses alimentos ou menos, indicou a pesquisa.

28 agosto, 2014

Decifrar o lixo, decifrar perspectivas


"O meio urbano se tornou a expressão mais pura da Civilização do Lixo”, constata o geógrafo Maurício Waldman.

Patricia Fachin, do IHU On-Line / Envolverde

As evidências demonstram que a quantidade de lixo gerada tem crescido consideravelmente nos últimos anos, mas quando se trata de quantificar os dados, “as disparidades nos levantamentos estatísticos constituem controvérsia endêmica entre os especialistas em resíduos”, assinala Maurício Waldman, autor de Lixo: Cenários e Desafios (Cortez Editora, 2010), em entrevista concedida por e-mail à IHU On-Line.

Numa “radiografia quantitativa” a partir de estudos franceses, é possível que os resíduos urbanos globais oscilem entre 2,5 e 4 bilhões de toneladas, com uma “margem de erro”, conforme destaca o pesquisador, “note-se bem: uma margem de erro de ‘apenas’ 1,9 bilhão de toneladas de sobras”. No Brasil, a conta gira em torno de “78,4 milhões de toneladas, uma massa de refugos considerável sob qualquer ponto de vida”, pontua. E informa: “A população brasileira aumentou 15,6% entre 1991 e 2000. Entretanto, neste mesmo período, o lixo domiciliar expandiu-se 49%, três vezes o índice demográfico”.

Zara tira 'uniforme do Holocausto' de circulação

Camiseta infantil era inspirada nas roupas de filmes clássicos do Velho Oeste
"Era para ser uma camiseta infantil inspirada no Velho Oeste, mas, para muitos, a peça da Zara lembrava demais o uniforme usado por vítimas do Holocausto.

BBC Brasil 

A empresa tirou a camiseta de circulação e pediu desculpas diversas vezes pelo Twitter.

"O item não está mais sendo vendido. A roupa foi inspirada nas vestes dos filmes clássicos do Velho-Oeste, mas reconhecemos agora que o design pode ser visto como insensível e nos desculpamos sinceramente se ofendemos nossos consumidores."

A camiseta com listras azuis e brancas foi criada para crianças de até três anos e tinha uma estrela dourada no peito.

Ao olhar a peça mais de perto, é possível ler a palavra "xerife" escrita na estrela.

27 agosto, 2014

Confira quais são os horários nobres das redes sociais

Estudo mostra dias e horários mais movimentos no Facebook, Twitter e Instagram
adNEWS

O Scup, ferramenta de monitoramento, gestão e análise de mídias sociais, avaliou os períodos de maior movimento nas redes sociais. O estudo "Horários Nobres das Redes Sociais", que já está em sua quarta edição, mostra os horários e dias da semana com mais postagens no Facebook, Twitter e, pela primeira vez, no Instagram.

Para realizar a pesquisa, o Scup analisou mais de 86 milhões de post e comentários coletados pela ferramenta em 2013. O Twitter foi a rede social com maior participação (57,2%), seguida pelo Facebook (40,9%) e Instagram (1,9%).

As informações reveladas pelo estudo mostram que a conquista da atenção dos usuários nesses canais é um desafio para as empresas. "Cada vez mais, as agências e empresas precisam conhecer o seu público nas redes sociais, para direcionar o conteúdo certo, na rede certa e no horário com mais impacto.

Cientistas criam 1º órgão artificial dentro de animal

Timo - órgão ligado ao sistema imunológico - foi criado artificialmente dentro de um camundongo
"Cientistas da Escócia criaram, pela primeira vez, um órgão a partir do zero dentro de um animal.

James Gallagher, BBC Brasil 

Um timo – parte importante do sistema imunológico – de camundongo foi gerado artificialmente dentro de uma cobaia.

O experimento, descrito na publicação científica Nature Cell Biology, pode ajudar a abrir caminho para alternativas ao transplante de órgãos.

Os cientistas afirmaram que o resultado obtido foi promissor, mas ainda não há data para o início da experiência em humanos.

Experimento

O timo é uma glândula linfática localizada próximo ao coração onde crescem importantes componentes do sistema imunológico, os chamados linfócitos T, que combatem infecções.

Para conduzir a pesquisa, cientistas do Centro Conselho de Pesquisa Médica para Medicina Regenerativa da Universidade de Edimburgo colheram células de um embrião de um camundongo.

26 agosto, 2014

A comunicação, o consumo e a sustentabilidade

Foto: shutterstock
Ligia Camargo, Envolverde

"Sempre vejo as imagens que retratam sustentabilidade serem traduzidas por diversos tons de verde. Uma verdadeira injustiça com a natureza, que é multicolorida. Este raso retrato de sustentabilidade acabou tornando o tema “ecochato”, nichado, distante e pouco maduro.

Tudo comunica alguma coisa. Desde o corte do cabelo até o sapato que usamos, a faculdade que escolhemos, o destino das férias, a opção do transporte que fazemos. Tudo tem um significado e colabora com a formação da nossa imagem. A cultura de uma sociedade depende de variadas formas de comunicação para sobreviver, para se manter, para transpor suas raízes através das gerações. Nossa cultura de consumo, característica da nossa sociedade, é produto das várias formas de comunicação que se estabeleceram desde a revolução industrial, que, ao mesmo tempo que fragilizou as relações humanas, foi capaz de criar marcas ultravaliosas.